You are currently viewing Hábitos de alimentação que podem melhorar a sua saúde

Hábitos de alimentação que podem melhorar a sua saúde

Uma alimentação saudável envolve a ingestão de nutrientes advindos de alimentos variados, de boa qualidade nutricional e higiênico-sanitária, e  de preferência in natura e minimamente processados, como vimos no texto anterior. Além de abranger aspectos culturais, sociais, ambientais e emocionais. Nos “10 passos para uma alimentação saudável” do Guia Alimentar para população brasileira de 2016, entre outros, existem dois passos que abordam tais aspectos:

Passo 5:Comer com regularidade e atenção, em ambientes apropriados e, sempre que possível, em companhia”

Sabemos que a rotina da população em geral tem sido cada vez mais acelerada e estressante. Muitas vezes não nos damos conta de que pulamos refeições, e deixamos para nos alimentarmos quando e onde é possível. E quando finalmente temos um tempinho para parar e fazer uma refeição, não prestamos atenção naquilo que estamos ingerindo. Nessas horas estamos conectados com o que está acontecendo nas redes sociais, com uma mão no garfo e outra no smartphone. Com as notícias bombásticas que passam nos telejornais, com as novidades da novela preferida, e todas as formas de distração, que podem levar a uma possível falta de percepção da fome e saciedade. Pois não estamos prestando atenção no que estamos comendo, e nem mesmo na quantidade.

Outro ponto ao qual deve ser dada atenção, é que quando realizamos uma refeição sem companhia, esta tende a ser menos prazerosa do que quando estamos acompanhados.

Portanto, procure evitar ambientes agitados e barulhentos para fazer suas refeições, deixe de lado o smartphone, e aproveite esse tempinho para ter uma conversa agradável com alguém. Outra dica é comer devagar, saboreando o alimento e procurando sentir seus aromas, além de tornar o momento mais prazeroso, esses atos aumentam a sensação de saciedade.

Passo 7:Desenvolver, exercitar e partilhar habilidades culinárias”

Para algumas pessoas cozinhar pode ser uma atividade não muito atrativa, por diversos motivos, porém é muitas vezes necessária. E nada melhor do que sabermos preparar nosso próprio alimento, seja para suprir nossas necessidades ou simplesmente para preparar aquela receita que nos desperta vontade de saborear.

Quando nos envolvemos na preparação de uma receita, o simples fato de estar em contato com o alimento já nos desperta uma sensação de bem estar. Alguns estudos realizados com adultos, relacionam a prática culinária com impactos positivos nos hábitos alimentares, e consequentemente, a uma melhora significativa na qualidade de vida. Outros estudos apontam que o mesmo acontece com crianças, que ao participarem de oficinas culinárias de alimentação saudável, apresentam um aumento no consumo de frutas e verduras, e maior aceitação de alimentos que por vezes são mais difíceis de serem introduzidos.

As habilidades culinárias podem ser repassadas no dia a dia, desde a aquisição do alimento até a sua preparação. E até mesmo na trocar ideias, dicas de receitas e conhecimento sobre preparações.

Portanto, para melhorar seus hábitos alimentares, é importante estabelecer e construir uma boa relação com o alimento desde o momento de sua aquisição. Neste momento, observe-os quanto a sua textura, cor e aroma, perceba o quanto é bonito ver uma gôndola cheia de frutas, verduras e temperos  frescos e coloridos.

No dia a dia, procure adaptar receitas mais práticas, conhecer melhor os tipos de corte e métodos de cozimento adequados para cada tipo de alimento, e monte seu prato de uma maneira que lhe desperte a vontade de alimentar-se.

Reúna a família para preparar uma refeição de domingo, por exemplo, e troque receitas com familiares e amigos, fazendo sempre que possível, das refeições um momento de lazer.

Deixe uma resposta