You are currently viewing Intolerância à Lactose

Intolerância à Lactose

Os casos de intolerância à lactose têm sido cada vez mais frequentes e, apesar de os sintomas não serem tão relevantes, à longo prazo, a doença pode trazer complicações severas. O texto dessa semana foi redigido pela nutricionista Gisele de Faria e nos mostra a importância de atentarmos a essa intolerância.


Intolerância à Lactose

Cada vez mais comum em nossa população, a Intolerância à lactose é uma complicação alimentar caracterizada pela incapacidade que o corpo possui em digerir a lactose, açúcar encontrado nos leites e derivados lácteos (queijo, iogurtes, coalhadas, etc).

Normalmente, para que possa ser absorvida, a lactose chega ao nosso intestino e é hidrolisada (quebrada) por uma enzima chamada Lactase em dois componentes, a glicose e a galactose, que então, vão para a corrente sanguínea.

Nos intolerantes à lactose, há uma deficiência na produção dessa enzima chamada Lactase, desse modo, a lactose não hidrolisada fica no intestino fermentando e absorvendo água, causando desconfortos gastrointestinais como gases, distensão abdominal e fezes amolecidas.

Não há uma quantidade definida de lactose que irá causar sintomas, isso vária de indivíduo para indivíduo, dependendo da dose de lactose consumida ou ingerida e o grau de deficiência de lactase. Se não diagnosticada e tratada, a intolerância à lactose pode causar sérias consequências metabólicas, como déficit de crescimento e desenvolvimento, redução da densidade mineral óssea.

Por mais que o indivíduo não tenha sintomas tão relevantes, é essencial tratar, pois as consequências em muitos casos aparecem anos depois, na menopausa e na velhice, por exemplo, aumentando o risco de osteoporose e fraturas ósseas.

O tratamento consiste na exclusão de produtos lácteos ou consumo de alimentos isentos de lactose ou ainda a reposição da enzima lactase. Existem muitas opções no mercado de produtos isentos de lactose, mas caso você prefira a exclusão de produtos lácteos, as bebidas vegetais, comumente conhecidas como leite vegetais, podem substituir o leite animal na vitamina, cafezinho e em receitas diversas!

Se você possui intolerância à lactose, converse com o seu nutricionista para saber as melhores opções para deixar a sua alimentação saudável e única para você!


Gisele de Faria – CRN10 3995

Nutrição Funcional – (48) 98804.5975

www.nutrigiseledefaria.com.br

nutrigiseledefaria@gmail.com

@nutrigisele

Deixe uma resposta